Alhambra

Arquitetura e História da Alhambra

Um complexo palaciano e fortaleza localizado em Granada, Andaluzia, Alhambra é uma bela e única atração que merece uma visita. Essencialmente uma carta de amor à cultura mourisca, este complexo palaciano fortificado está localizado contra os picos impressionantes da Serra Nevada.

Alhambra não é um típico palácio espanhol. Para começar, não é apenas um palácio, mas um grande complexo que abrange palácios, jardins, pátios, e muito mais. Localizado em meio a uma beleza natural, com vista para o rio Darro e para a cidade granadina do velho mundo, Alhambra é verdadeiramente única.

Entre os destinos turísticos mais populares da Espanha, Alhambra apresenta esculturas em árabe e azulejos coloridos e brilhantes, tornando-a uma das atrações mais singulares de toda a Espanha. Este palácio de tirar o fôlego recebe mais de seis mil visitantes diariamente, o que indica sua popularidade indiscutível.

História da Alhambra

Alhambra tem um passado rico que começou em 889 d.C., quando a pequena fortaleza original foi construída sobre os restos das fortificações romanas. A fortaleza foi deixada à sua própria sorte por algum tempo e depois suas ruínas foram reconstruídas e renovadas pelo emir Nasrid Mohammed ben Al-Ahamar, do Emirado de Granada, durante a metade do século XIII. Em 1333, a fortaleza foi convertida em um palácio real sob a ordem de Yusuf I, Sultão de Granada. Uma vez terminada a Reconquista Cristã de 1492, o palácio foi transformado na Corte Real de Isabel e Ferdinando e pequenos trabalhos de renovação foram feitos para trazer o estilo renascentista para o edifício. Mais tarde, em 1526, Carlos V anunciou um novo palácio renascentista que representava melhor o Santo Imperador Romano, apresentando o icônico estilo maneirista, mas este palácio nunca chegou a prosperar. Após isso, houve muitas mudanças feitas no complexo palaciano quando Filipe V Italianizou os quartos e construiu divisórias que bloquearam apartamentos inteiros. Outros danos à arte moura original foram feitos em 1812 quando algumas torres foram destruídas pelos franceses sob o comando do Conde Sebastiani. Um terremoto em 1821 causou mais danos à fortaleza.

Em 1828, os trabalhos de restauração foram realizados pelo arquiteto José Contreras e após sua morte, por seu filho, em 1847. Outra renovação notável ocorreu na década de 1930, liderada por Leopoldo Torres Balbas, que abriu arcadas muradas, substituiu os azulejos desaparecidos e muito mais!

Arquitetura da Alhambra

Um dos principais motivos para visitar Alhambra é a arquitetura impressionante em exposição. O complexo não é um palácio singular, abrigando palácios e pátios renascentistas e medievais, todos dentro de uma fortaleza. Ainda que localizada na Europa Ocidental, exibe detalhes islâmicos tradicionais pertencentes ao Oriente, incluindo padrões geométricos, arcadas de colunas, azulejos pintados, inscrições em árabe, piscinas refletoras e fontes. Algumas características específicas da arquitetura mourisca estão em exposição aqui, incluindo o arco em ferradura, telas de janelas islâmicas, nicho de oração e muito mais. A autêntica arquitetura de estilo islâmico exposta torna-a uma obra única, uma vez que está localizada na Espanha.

Selecione seus ingressos

Granada Pass com Acesso Prioritário à Alhambra
Alhambra Completa: Visita Guiada sem Filas com Palácios Nasridas
Excursão pelos Arredores da Alhambra
De Sevilha: Visita Guiada sem Filas por Toda a Alhambra